Aceleradora de Negócios de Impacto da Periferia abre chamada

//Aceleradora de Negócios de Impacto da Periferia abre chamada

Divulgação

 

Segundo mapeamento realizado pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo, a região sul da capital conta com as mais diversas iniciativas de inovação, como coworkings, investidores e aceleradoras, enquanto que a região norte, por exemplo, não apresenta dados. Com o objetivo de potencializar uma nova geração de negócios de impacto social da periferia de São Paulo, a Aceleradora de Negócios de Impacto da Periferia (NIP) abriu as inscrições para sua segunda edição.

Trata-se de uma iniciativa da parceria entre a produtora A Banca, Artemísia e o Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios da Fundação Getúlio Vargas (FGV EAESP), que conta com o patrocínio de diversas organizações, como a Fundação Via Varejo, Fundação Telefônica, Mov Investimento, Fundação ARYMAX, Fundação Vedacit, Instituto de Cidadania Empresarial (ICE) e Fundação Lemann.

Podem participar da chamada negócios de impacto social com produtos e serviços já desenvolvidos e que sejam escaláveis; empreendedores em estágio inicial de vendas ou  negócios com modelo consolidado; e empreendedores que desenvolvam produtos e serviços de real impacto social e ambiental positivo com sustentabilidade financeira. Vale ressaltar que as ações devem ser desenvolvidas nos distritos do Jardim Ângela (M’Boi Mirim), Capela do Socorro e Campo Limpo (Capão Redondo).

Ao final do processo, serão escolhidos cinco negócios para participar de uma aceleração durante quatro meses. Durante a formação, serão abordados temas como: mitos sobre a divisão entre impacto social e negócios, impacto social, indicadores e avaliação, gestão financeira, marketing digital, questões jurídicas, inovação, estruturação e refinamento do negócio, além de conteúdos adaptativos de acordo com a demanda de cada negócio selecionado.

Os selecionados terão direito a encontros presenciais mensais, com duração de até quatro horas; acompanhamentos quinzenais e workshops em conjunto com empreendedores que já passaram por processos de aceleração da Artemisia. Tudo isso para promover a troca de conhecimentos e interação entre realidades diferentes.

Além disso, os empreendedores com participação ativa na formação que tiverem desenvolvido bons planos de negócios receberão R$ 20 mil de capital-semente para investir na continuidade de suas atividades. Mesmo com o fim do processo de aceleração, estão previstas mentorias durante seis meses e encontros com empreendedores da Rede Artemisia e alunos e professores da FGVCenn.

Inscrições

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até o dia 20 de junho mediante preenchimento deste formulário. Eventuais dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone (11) 5834 – 8025 ou enviadas para o email contato@aceleradoranip.com.

 

 

 

Fonte: Gife

2018-06-13T18:03:07+00:00