1ª Virada Pedagógica propõe reflexões para romper o conservadorismo educacional

//1ª Virada Pedagógica propõe reflexões para romper o conservadorismo educacional

Divulgação

Evento acontece em setembro, em São Paulo, e traz propostas disruptivas quanto aos modelos pedagógicos atuais, buscando formas eficazes para preparar crianças e jovens para os desafios do novo mercado.

 

Nada de virar a madrugada discutindo temas a favor da Educação. O que pretende a “1ª Virada Pedagógica” é ser o impulso inicial de uma grande e necessária guinada educacional. Neste sentido, a “virada” representa um movimento rápido, virar do avesso, desconstruir e reconstruir um setor que clama por mudanças urgentes. O evento, inédito em São Paulo, será voltado para educadores, professores, coordenadores, gestores escolares e público em geral.

 

O evento, que está alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, abordará temas importantes para trabalhar as habilidades, competências e conhecimentos das crianças e jovens. Também traz para o debate a evolução do papel do professor, excluindo qualquer forma de educar autoritária e transformando-o em “facilitador”, atuando de forma democrática, com uma ruptura inclusive no espaço para o aprendizado.

 

Na programação, serão oito horas de debates, oficinas, vivências e apresentações de renomados especialistas sobre temas que incorporam novas e necessárias habilidades no cotidiano escolar, como neuroplasticidade, inteligências múltiplas, mindfulness, yoga em sala de aula, responsabilidade social nas escolas, jogos e metodologia experiencial, aprendizagem solidária, construção da identidade e autonomia infantil, habilidades para a vida e bem-estar emocional, importância do brincar, sustentabilidade no terceiro setor, entre outros. (veja programação completa no site www.viradapedagogica.pro.br).

 

Segundo recente estudo do Fórum Econômico Mundial (O Futuro do Trabalho), 65% dos alunos que estão começando o Ensino Fundamental terão profissões que ainda não existem. Pior ainda é ver que muitos jovens estão se preparando para profissões que deixarão de existir.

 

O dado não precisa ser desanimador. De acordo com pesquisa realizada pela consultoria McKinsey para cada posto de trabalho eliminado pela tecnologia, 2,4 novos serão criados, principalmente se considerarmos o amplo mercado para as startups.

 

Pouca teoria e muita prática

 

A ideia de realizar um evento com esse conceito surgiu da necessidade de provocar e promover inovação da melhor qualidade na educação. Os participantes terão acesso a um conteúdo prático, para que consigam aplicar imediatamente em seu dia-a-dia de trabalho e efetivamente repensem a forma de ensinar e aprender.

 

“Escolhemos os palestrantes com rigor, considerando as linhas de atuação pedagógica atreladas à inovação e com práticas educativas não reconhecidas (ideias muito boas que não são valorizadas) seja pela educação formal, informal, pública ou particular”, explica Eduardo Ruivo.

 

Segundo os organizadores, o evento é destinado aos profissionais de educação que querem mudanças efetivas, que buscam refletir sobre as estratégias utilizadas no atual sistema educacional, vinculadas a uma educação integral e focada no desenvolvimento de novas habilidades, e que enxergam o aluno como um ser em constante crescimento, cada um com sua bagagem social, econômica, afetiva, emocional, cultural e cognitiva – que deve ser respeitada, estimulada e potencializada.

 

As inscrições já podem ser feitas pelo site (www.viradapedagogica.pro.br) e neste ano serão oferecidas apenas 300 vagas.

 

Serviço:

1ª Virada Pedagógica

Data: 29 de setembro de 2018

Local: Faculdades Integradas Rio Branco – Unidade Lapa

Endereço: Avenida José Maria de Faria, 111 – Lapa, São Paulo – SP

E-mail: contatoviradapedagogica@gmail.com

Horário: das 8h às 16h

 

2018-08-24T12:24:55+00:00